Emprego

Paulo Corrêa pede construção de polo industrial e melhorias na infraestrutura de Porto Murtinho

Categoria: Notícias | 23.março.2023 | sem comentários

Dando sequência ao trabalho junto ao Governo do Estado pelo desenvolvimento de Porto Murtinho, o deputado estadual Paulo Corrêa (PSDB) tem articulado medidas para explorar o potencial agroindustrial e viabilizar novas obras de infraestrutura para garantir eficácia na logística do município, com o universo de oportunidades aberto pela Rota Bioceância.

Em indicações apresentadas na sessão plenária de terça-feira (21), o 1º secretário da Assembleia Legislativa solicitou estudo para a implantação de um polo industrial e o cascalhamento da Estrada Bocaiuval, área rural do município.

Ele justifica que os governos estadual e municipal têm de unir forçar para estruturar Porto Murtinho para o progresso que será facilitado pela abertura da nova rota comercial, que encurtará em até 14 dias o tempo de transporte de mercadorias para Ásia, transformando Mato Grosso do Sul em um hub logístico da América Latina.

Desta forma, argumenta, a implantação do novo polo comercial contribuirá para acelerar o desenvolvimento, proporcionando a geração de emprego e renda, além do intercâmbio turístico entre Brasil, Paraguai, Argentina e Chile.

Em relação ao pedido de cascalhamento, Paulo Corrêa defende que a obra garantirá maior segurança aos motoristas que transitam pela Estrada Bocaiuval, seja em veículos de pequeno, médio ou grande porte.

As solicitações foram encaminhadas ao governador Eduardo Riedel e aos secretários Hélio Peluffo (Seilog) e Jaime Verruck (Semadesc), a pedido dos vereadores Regina Heyn, Elbio dos Santos Balta e Rudmar Castro.

“MS vive o pleno emprego, mas o desafio é a capacitação”, diz Paulo Corrêa

Categoria: Notícias | 11.julho.2022 | sem comentários

“Mato Grosso do Sul está crescendo como nunca. Temos 20 mil vagas de emprego abertas, mas falta gente para trabalhar por falta de capacitação”, resumiu o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, deputado estadual Paulo Corrêa (PSDB), durante a primeira edição do programa “Minha Chance”, no último sábado (9), no Bairro Aero Rancho.

Para o parlamentar, resolver essa equação é o grande desafio do Estado no momento. “Se a pessoa quiser trabalhar e tiver qualificação profissional, tem emprego sobrando em todos os municípios. Mas se ela não tiver e quiser abraçar as oportunidades, o Minha Chance faz esse link entre o profissional e o mercado de trabalho”, explicou Paulo Corrêa.

Conforme o presidente da Federação das Indústrias de MS, Sérgio Longen, o principal objetivo do programa é levar chance de trabalho e formação à porta da população. “Temos um Estado pujante ofertando muitos empregos e nos deparamos com a dificuldade de encontrar mão de obra qualificada. Buscamos solucionar esse problema com cursos gratuitos”, afirmou.

Titular da Semagro, o secretário Jaime Verruck confirmou a necessidade de preencher vagas nos 79 municípios. “Muitas indústrias estão se instalando aqui em Mato Grosso do Sul. Temos vagas de trabalho para todos que estiverem qualificados e esse programa do Sistema Fiems e do Sebrae é fundamental para qualificar as pessoas para essas vagas”, salientou.

Nessa primeira edição, pelo menos 15 empresas da região do Aero Rancho colocaram vagas à disposição dos moradores. Nos primeiros 20 minutos, foram mais de 200 matrículas em cursos profissionalizantes e pessoas já saindo de lá já empregadas.  Ao todo, o evento atraiu mais de 1,2 mil pessoas e 817 atendimentos foram realizados, segundo dados divulgados pela FIEMS.

Quer que seu bairro receba a próxima edição do “Minha Chance”?

Para estimular a participação popular, uma gincana irá definir quais bairros vão receber o “Minha Chance” e, por mais dois meses, dois contêineres do Senai para realização de cursos de qualificação profissional gratuitos para a população.

Interessados em participar do programa deverão encaminhar mensagem para o WhatsApp (67) 3389-9273 e receberão um link com um formulário para um cadastro simples, em que deverão informar o nome, CPF, e-mail, telefone e o bairro onde moram.

Os cadastros podem ser enviados até a próxima terça-feira (12/07), às 23h59, e o bairro que contar com mais cadastros será contemplado. O anúncio do bairro vencedor será feito no programa “O Povo na TV” na quarta-feira (13/07), pelo apresentador Tatá Marques.

 

*Texto e foto: Maisse Cunha, com informações da FIEMS

Paulo Corrêa solicita ao Governo criação da CNH Social para jovens de baixa renda

Categoria: Notícias | 11.agosto.2021 | sem comentários

Para possibilitar o acesso gratuito aos serviços de primeira habilitação aos jovens de baixa renda, o deputado estadual Paulo Corrêa (PSDB) solicitou, durante a sessão plenária desta quarta-feira (11), a criação do Programa CNH Social, em Mato Grosso do Sul.

Como requisitos básicos para obtenção da eventual gratuidade, Corrêa sugere que os beneficiários tenham entre 18 e 27 anos, saibam ler e escrever e comprovem renda individual de até três salários mínimos.

Na indicação, direcionada ao governador Reinaldo Azambuja e ao diretor-presidente do Detran-MS, Rudel Trindade, por sugestão da vereadora Gabriela Delgado, de Nova Andradina, o parlamentar ressalta que outros estados já possuem programas similares.

Projeto Habilitação Profissional para o Transporte – Inserção de Novos Motoristas

No mesmo documento, Paulo Corrêa também pede a criação de outro programa, este segundo com o objetivo de inserir novos motoristas profissionais no mercado de trabalho, com idades entre 21 e 50 anos, por meio da mudança de categoria para C, D ou E, de forma gratuita.

Para isso, os beneficiários, sugere o parlamentar, devem possuir CNH categoria B (há pelo menos 12 meses), C ou D, conforme requer a categoria pretendida, bem como não terem cometido nenhuma infração grave ou gravíssima, serem reincidentes em infrações médias, no mesmo período, conforme dispõe do Código de Trânsito Brasileiro.

“Em tempo de pandemia, este Programa poderá trazer melhorias na condição e qualidade de vida das pessoas que se enquadram nos critérios acima supracitados, vez que as possibilidades de empregabilidade podem aumentar com a CNH – categorias A e B, e/ou dar viabilidade a outras formas mais exigentes de empregos com veículos que exigem as categorias C, D e E”, pontua o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS).

Deputado Estadual Paulo Corrêa

Copyright 2021 © Paulo Corrêa - Deputado Estadual | Todos os direitos reservados | Design por Argo Soluções

Localização

Palácio Guaicurus | Av. Desembargados José Nunes da Cunha,
Parque dos Poderes - Bloco 9 - Jd. Veraneio.
CEP:79031-901 - Campo Grande – MS