Voltar para notícias · 05 junho, 2019

Paulo Corrêa vai buscar ajuda dos governos Federal e Estadual para atender indígenas e assentados de Nioaque

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, deputado Paulo Corrêa, se reuniu na manhã desta terce-feira, com o prefeito de Nioaque, Valdir Junior (PSDB), os vereadores do município Luis Fina, Edirlei Corrêa e Valdeci Ferreira e caciques de quatro aldeias da cidade.

No encontro o parlamentar recebeu diversas reivindicações e anunciou que vai buscar ajuda do Governo Federal para tentar solucionar os problemas das famílias indígenas e do Governo do Estado para a recuperação da ponte sobre o Rio Taquarussu, na Colônia Conceição.

“Vamos construir uma agenda com o Governo Federal para discutir a questão indígena. Mas eu estou muito feliz em receber o prefeito, os vereadores e os caciques porque vejo que atualmente os povos indígenas do nosso Estado estão tendo voz e vindo nos procurar, sem a intervenção de entidades e ONGs e assim, conseguimos saber exatamente quais problemas atingem as aldeias. Junto ao Governador Reinaldo Azambuja vamos também solicitar a recuperação da ponte sobre o Rio Taquarussu, que hoje atende diversos assentados da região”, disse Paulo Corrêa.

O principal pedido dos indígenas da região de Nioaque é pela reabertura da Coordenadoria Técnica Local (CTL), um órgão representante da FUNAI (Fundação Nacional do Índio) nos municípios e que realiza um trabalho de apoio junto às comunidades.

De acordo com o prefeito Valdir Junior, a CTL de Nioaque foi fechada em 2017. Desde então, a administração local e os indígenas lutam pela reabertura da Coordenadoria.

“Hoje temos cerca de 500 famílias indígenas vivendo em quatro aldeias de Nioaque, uma quantidade considerada grande e, mesmo assim, a CTL foi fechada. Existem municípios do Brasil com menos famílias indígenas e a coordenadoria foi mantida. Isso que nós não entendemos”, questionou o prefeito.

“Após o fechamento da CTL, os indígenas precisam procurar as coordenadorias de Sidrolândia ou Aquidauana. Queremos saber quais critérios foram utilizados para a desativação. Estamos com quase 2 mil índios sem atendimento”, reforçou o vereador Luis Fina.

Outras demandas apresentadas pelos caciques foram a reforma da unidade de saúde que atende exclusivamente os indígenas e melhorias na rede de abastecimento de água nas aldeias.

 

Deputado Estadual Paulo Corrêa

Copyright 2021 © Paulo Corrêa - Deputado Estadual | Todos os direitos reservados

Localização

Palácio Guaicurus | Av. Desembargados José Nunes da Cunha,
Parque dos Poderes - Bloco 9 - Jd. Veraneio.
CEP:79031-901 - Campo Grande – MS