Voltar para notícias · 06 novembro, 2015

Fiems comemora 36 anos discutindo governança e os caminhos para salvar o Brasil

Em comemoração aos seus 26 anos de criação, a Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (Fiems), promoveu hoje (06/11) uma discussão sobre os caminhos para melhorar a situação do Brasil, que hoje enfrenta uma grave crise financeira. O evento contou com a presença do ministro do Tribunal de Contas da União, João Augusto Nardes, que ministrou palestra com o tema “Governança Pública: O desafio do Brasil”. 

O Presidente da Comissão de Turismo, Indústria e Comércio da Assembleia Legislativa do Estado, deputado estadual Paulo Corrêa participou da solenidade. 

Em sua fala o ministro parabenizou Mato Grosso do Sul pelo equilíbrio administrativo e afirmou que a situação do país é muito pior que a do Estado. “Mato Grosso do Sul é um dos estados mais equilibrados da nação”, disse. 

Ainda sobre o Brasil, Nardes avaliou que o desemprego é pior que a guerra, referindo-se às aos números crescentes em 2015 e que as altas taxas de imposto impactam diretamente o bolso da população. De acordo com os dados apresentados pelo ministro, somente em 2014 foram pagos 421 bilhões em impostos. 

Mesmo com as altas taxas de juros, o governo não está conseguindo equilibrar as contas e deixa a desejar na prestação de serviços públicos. Na avaliação do TCU, se a situação não mudar, em um prazo de 5 a 6 anos a união não conseguirá mais pagar os aposentados. “Estamos decrescendo. Se não voltarmos a crescer não teremos como pagar aposentadoria. A população velha está vivendo mais e os novos estão trabalhando menos. Temos que transformar os programas sociais em empregos”, sugeriu. 

Sobre o setor industrial, Augusto Nardes ressaltou que o maior gargalo é a falta de confiança dos investidores. “Se a empresa Brasil não funcionar os investimentos caem internamente e os externos não vêm para o país”, garantiu. A solução para que o país volte a crescer, segundo ele, é governança com transparência e estratégia. 

Para o deputado Paulo Corrêa as sugestões apresentadas pelo ministro são valiosas e devem ser discutidas tanto em nível federal como estadual e municipal. “Essa palestra é baseada em dados e em fatos reais. É importante porque questiona-se o papel de cada ente público. Saio daqui com muito mais ‘gás’ para questionar também o papel do legislativo e isso tudo capitaneado pelo Sérgio Longen, que tem mostrado alguns caminhos e esse caminho da governança é um caminho que nós todos deveremos levar para a nossa vida”, disse o parlamentar.

Já o presidente da Fiems declarou que é hora de mudança e que os dados apresentados por Nardes mostram o descontrole pelo qual o país passa.  “Existem dois caminhos fingir que está tudo bem ou avançar nas discussões. A palestra mostra com clareza o descontrole das contas públicas. Existe hoje um estrangulamento grande quando se fala em governança pública, os governos vêm aumentando a carga tributária dia a dia para suportar as despesas, mas por que os investimentos não chegam mais na sociedade? Onde está sendo investido o dinheiro público? É preciso mudar isso”, declarou. 

Participaram do evento prefeitos, vereadores, políticos e empresários. 

 

Deputado Estadual Paulo Corrêa

Copyright 2021 © Paulo Corrêa - Deputado Estadual | Todos os direitos reservados

Localização

Palácio Guaicurus | Av. Desembargados José Nunes da Cunha,
Parque dos Poderes - Bloco 9 - Jd. Veraneio.
CEP:79031-901 - Campo Grande – MS