Em reunião proposta por Paulo Corrêa, Energisa esclarecer revisão tarifária

11/04/2018

energisa_16

A Comissão de Turismo, Indústria e Comércio da Assembleia Legislativa realizou na tarde desta quarta-feira (11) uma reunião com a presença de diretores da empresa Energisa para discutir o aumento médio de 9,87% na conta de energia elétrica após a concessionária realizar a Revisão Tarifária.

O aumento está em vigor desde o dia 08 de abril, sendo que para os consumidores de alta e média tensão será equivalente a 7,91% e para os consumidores de baixa tensão, ou seja, residências, será de 10,65%.

O presidente da Comissão  e proponente da reunião, deputado Paulo Corrêa, explicou que a reunião foi promovida como forma de esclarecer aos consumidores os motivos do aumento na conta de energia, o que garante mais transparência para a empresa e confiança por parte da população.

“Eu fui presidente da CPI da Enersul e hoje vejo uma nova forma de relacionamento com a empresa concessionária e com os consumidores. Promovemos essa reunião para a Energisa prestar contas sobre como foi feita essa revisão, já que a Assembleia Legislativa representa a população do Mato Grosso do Sul. A empresa esta facilitando o relacionamento com os órgãos do Estado, mas também mostrando uma transparência nas ações. Quero destacar que esse reajuste é o segundo menor do país e isso deve-se a boa gestão que vem sendo feita pela empresa”, disse Paulo Corrêa.

O diretor-presidente da Energisa, Marcelo Vinhaes, explicou que a Revisão Tarifária acontece a cada quatro anos, diferente do reajuste, que é anual, e acontece de acordo com a inflação. Ele também esclareceu que todo o processo de revisão é acompanhado, avaliado e aprovado pela ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica).

Segundo ele, a revisão é necessário devido ao fato de a cada quatro anos a ANNEL avaliar as tarifas e reduzir o montante repassado à concessionária, obrigando a empresa a produzir mais.

“O processo de revisão tarifária é único e anualmente essas tarifas passam por um processo de reajuste. É um momento onde a companhia revê todos os custos que teve. É importante destacar que quando chegou ao Estado a Energisa adquiriu a empresa de um grupo que apresentava sérias dificuldades financeiras. Fizemos um plano de recuperação e hoje podemos dizer que o sistema do Estado está preparado para o crescimento. Os investimentos foram feitos para atender bem aos clientes e a perspectiva de crescimento de Mato Grosso do Sul”, explicou Vinhaes.

Tarifa Social – A Tarifa Social é um benefício concedido a famílias de baixa renda, que podem obter até 65% de desconto na tarifa de energia. Mas, de acordo com levantamento da Energisa, das 230 mil unidades consumidoras aptas a receber o benefício, somente 131 estão cadastradas. Quem quiser obter informações sobre o benefício e a forma de adesão pode entrar em contato com a Energisa pelo site WWW.energisa.com.br ou no telefone 0800 722 72 72.  


Notícias Relacionadas


Educação

Campo Grande

12/07/2018

Status da Obra:


Aparelho de ar condicionado na Escola Estadual Padre José Scampini

O deputado Paulo Corrêa viabilizou junto ao Sesi a doação de 20 aparelhos de ar condicionado para serem instalados na Escola Estadual Padre José Scampini, localizada no bairro Coophavila II, em Campo Grande. 



Educação

Campo Grande

12/07/2018

Status da Obra:


Aparelho de ar condicionado na Escola Estadual Maria Eliza Bocayuva

O depuputado Paulo Corrêa viabilizou junto ao Sesi a doação de 17 aparelho de ar condicionado para serem instalados nas salas de aulada Escola Estadual Maria Eliza Bocayuva Corrêa da Costa, na vila Margarida, em Campo Grande. 



Infraestrutura

Figueirão

07/07/2018

Status da Obra:


Manutenção da rodovia MS-436

Paulo Corrêa solicitou ao Governo do Estado a manutenção da MS-436 entre os Municípios de Alcinópolis e Figueirão.



Infraestrutura

Naviraí

21/06/2018

Status da Obra:


Ponte de Concreto sobre o Rio Tejuí

O deputado Paulo Corrêa solicitou ao governo do Estado, por meio de indicação apresentada na Assembleia, a construção de uma ponte em concreto sobre o Rio Tejuí, com extensão de 18 metros por 6,50 metros de largura e 5 metros de lâmina d'água, no município de Naviraí.

 



Infraestrutura

Naviraí

21/06/2018

Status da Obra:


Cedência do pátio e do barracão da oficina da 7ª RR

Paulo Corrêa solicitou ao governo do Estado, por meio de indicação apresentada na Assembleia, a cedência de parte do pátio e do barracão da oficina da 7ª RR - Agência Regional de Naviraí, com o objetivo de ser utilizado pela administração municipal, para estacionamento e manutenção da frota municipal referente ao transporte escolar.


Paulo Corrêa Nas redes sociais

Siga o Deputado nas redes sociais e acompanhe o ele está fazendo pelo desenvolvimento do nosso Mato Grosso do Sul